Carros elétricos emitem 10 vezes menos gases poluentes, diz pesquisa

Pesquisa foi feita e divulgada nesta semana pela AEA

São José dos Campos-SP, 15 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O mercado de carros elétricos ainda engatinha no cenário mundial. Tanto é que apenas 7% da frota de veículos ao redor do planeta conta com essa tecnologia. Contudo, essa é a tendência, pois, esses motores à bateria emitem até dez vezes menos gases poluentes.

Isso é o que mostra uma pesquisa elaborada e divulgada pela AEA (Associação Brasileira de Engenharia Automotiva). E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, vale lembrar que os motores elétricos têm 84% de sua energia totalmente renovável. Com isso, já diminui e muito o impacto no meio ambiente.

Veja em seguida: BMW vai produzir dois novos modelos no Brasil

Comparativo do carro elétrico com outros combustíveis

Por exemplo, a pesquisa considera o carro movido à gasolina com 100% de emissão de poluentes. Em um comparativo, o carro flex tem 79% e o carro híbrido flex cai para 57%. Contudo, o carro elétrico tem apenas 10% de emissão de poluentes.

Carros elétricos emitem 10 vezes menos gases poluentes, diz pesquisa. Foto: Canva
Carros elétricos emitem 10 vezes menos gases poluentes, diz pesquisa. Foto: Canva

 

Ainda de acordo com a AEA, para chegar a esse resultado também se levou em conta os dados das etiquetas fornecidas pelo Inmetro (Instituto de Metrologia).

Mas o que chama mais a atenção é que o carro elétrico consegue, de fato, conciliar essa demanda de energia limpa com a eficiência do motor. Então, cada vez mais, esse tipo de veículo vem se aprimorando.

Veja em seguida: Leilão de carro em São Paulo e Minas tem até carro clássico; confira

Outro fato importante sobre os elétricos está na autonomia. Isso porque, no início, os carros rodavam cerca de 130 quilômetros com a carga completa. Atualmente, já existem modelos que chegam aos 600 quilômetros de autonomia, mais do que muito carro movido à gasolina.

Desta maneira, o impacto no meio ambiente e a diminuição da emissão de gases pode gerar uma grande diferença.

Previsão do futuro

Para a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) a projeção é otimista. Isso porque a expectativa até 2035 é que os carros elétricos no Brasil representem dois terços das vendas. Ou seja, o que hoje é apenas 7%, vai aumentar muito em apenas 13 anos.

Além disso, outra mola propulsora para a venda de carros elétricos é a crise dos combustíveis. Como a gasolina está muito cara no mundo todo, muitos motoristas já querem migrar para os elétricos. No entanto, o Brasil ainda precisa melhorar um pouco mais a sua estrutura, como mais postos de recargas.

Veja em seguida: Kia Sportage Híbrido já está à venda no mercado brasileiro; confira os valores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy