GP da Inglaterra: Carlos Sainz vence pela 1ª vez na carreira em corrida espetacular; confira

O líder do campeonato Max Verstappen teve problemas e acabou no meio do grid

São José dos Campos-SP, 3 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O piloto espanhol Carlos Sainz venceu o GP da Inglaterra neste domingo (3). A prova no circuito de Silverstone foi a 10ª etapa da temporada 2022 do Mundial de Fórmula 1 esse foi o primeiro triunfo da carreira dele.

Depois, o piloto Sergio Perez, da Red Bull, ficou em segundo lugar, com o heptacampeão mundial Lews Hamilton completando o pódio, em terceiro lugar, após travar grande disputa no final com Leclerc, que estava com pneu velho.

Com esse resultado, Max Verstappen, que ficou em sétimo lugar, com problemas no carro, segue na liderança da temporada, com 181 pontos, seguido por Perez, com 147. E o Olhar Automotivo vai falar como foi a corrida.

Acidente assustador na largada

Após um treino com muita chuva, a corrida teve um domingo ensolarado. Na largada, Carlos Sainz, o pole position, tracionou mal e Verstappen assumiu a ponta.

Entretanto, uma forte batida envolvendo George Russell, Guanyu Zhou e Alexander Albon causou uma bandeira vermelha, paralisando a prova antes mesmo da primeira volta. Inclusive, o carro do chinês capotou, assustando todos no autódromo e houve uma demora para retirar o competidor do veículo.

Depois, as imagens divulgadas foram impressionantes. Isso porque o piloto da Alfa Romeo decolou de cabeça para baixo, passou pela proteção de pneus e bateu na tela protetora. Por pouco, não atingiu o público na arquibancada.

Quem precisou ir ao hospital foi Albon, que bateu forte, de frente, e foi fazer exames mais aprofundados.

No entanto, também houve informações de invasão de pessoas não autorizadas na pista. Assim, a relargada levou mais de uma hora. Além disso, os pilotos tiveram que voltar às posições originais de largada.

GP da Inglaterra. Foto: Twitter
GP da Inglaterra. Foto: Twitter

Como foi a nova largada

Então, desta vez, Sainz conseguiu se manter à frente, mas quase foi ultrapassado. No entanto, a disputa foi espetacular e Leclerc com Perez também entraram na briga. Chegou a ter quatro carros um do lado do outro.

Mas Perez danificou a asa móvel e precisou ir para os boxes na volta 6 para fazer a troca. Então, aproveitou e já colocou novos pneus, para tentar ir até o final da prova.

Enquanto isso, o heptacampeão Lewis Hamilton fazia boa prova, passava Lando Norris e já estava em quaro lugar.

Já Verstappen começou a pressionar Sainz, na tentativa de assumir a liderança, o que aconteceu na volta 10, quando o espanhol errou, saiu da pista e deu a liderança ao holandês.

Porém, na volta 12, furou o pneu de Verstappen e ele teve que parar nos boxes, com Sainz reassumindo a ponta. E o holandês voltou em sexto e sem conseguir render bem.

Na volta 21, Sainz parou para trocar o pneu e Leclerc assumiu a ponta. Em seguida, na 26, o monegasco também parou e Hamilton, pela primeira vez no ano, assumiu a liderança de uma prova.

Depois, na volta 31, Leclerc passou Sainz e foi na tentativa de se aproximar de Hamilton, líder, e que ainda não tinha parado nos boxes. Depois, o inglês parou e voltou em terceiro.

Na volta 39, deu Safety Car. Assim, Hamilton e Sainz pararam para trocar pneus, enquanto Leclerc arriscou ficar na pista.

Então, na relargada, estavam Leclerc na frente, com Sainz em segundo, Hamilton em terceiro e Perez na briga em quarto. Mas o espanhol já assumiu a ponta e Perez pulou para terceiro, passando o Leclerc e pegando o segundo lugar.

E depois se viu uma disputa espetacular pelo segundo lugar, com cinco carros de cinco equipes diferentes na disputa. E Sainz abriu para vencer

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy