Feirão de veículos: saiba porque devemos tomar cuidado ao fazer negócio

Na prática, há mais desvantagem do que vantagem

São José dos Campos,-SP, 6 de agosto de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – Domingo é dia de grandes feirões de veículos, espalhados por vários locais. Normalmente, acontecem em recintos agrícolas, estacionamentos abertos ou até mesmo supermercados.

Contudo, essa tradição, onde existem centenas ou até milhares de opções, o feirão de veículo nem sempre é vantajoso. E Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, os feirões são compostos por pessoas físicas, sem intermédio de lojas. Consequentemente, não terão as mesmas garantias de motor e câmbio que se tem em uma agência.

Veja em seguida: Anfavea comemora alta na produção de veículos em julho no Brasil

Excesso de carros pode até atrapalhar o feirão de veículos

A ideia desse post não é desencorajar a ir a um feirão de carros, mas mostrar os pontos negativos e cuidados que devemos ter. Por exemplo, o feirão possui muitos modelos e variedades de carros. Então, para quem não tem um foco definido do que vai querer comprar, pode atrapalhar e até ficar disperso.

Outra questão importante é quanto ao período do feirão. Isso porque o evento é dominical, ou seja, não tem cartório aberto para assinar documentos de transferência. E simples contratos de compra e venda, na prática, não têm valor jurídico.

Feirão de veículos: saiba porque devemos tomar cuidado ao fazer negócio. Foto: Canva
Feirão de veículos: saiba porque devemos tomar cuidado ao fazer negócio. Foto: Canva

 

Além disso, para quem vai comprar um carro no feirão, também é importante checar a origem do documento, se não tem sinistro ou multas no nome. Isso porque, depois, pode ficar mais difícil de conseguir resolver.

Veja em seguida: Jeep Gladiator entrega o que o consumidor espera: força e espírito de aventura; confira

Inclusive, já tem casos de compradores que pagaram o valor de mercado em um carro e depois descobriu que era de chassi remarcado e não conseguiu colocar no seguro. Além disso, ainda vai perder valor do carro.

Outra questão é que nem sempre teremos a garantia de ter contato com o vendedor do carro depois disso. Então, evite negociar em dinheiro e opte por fechar o negócio verbalmente no dia e só consumar depois

Vendedores de carros também precisam ter cuidado

Além disso, quem leva o carro para vender também precisa ter cuidado. Afinal de contas, é importante ter a garantia de que o comprador vai pagar na hora de levar o veículo. Não entregue o carro sem receber.

Por fim, também lembre que, em feirões de veículos, existem muitos vendedores informais, tentando carros mais baratos para revender depois. E, principalmente, tem muita gente tentando vender carros que comprou em leilão, o que também pode não compensar.

Veja em seguida: Confira 3 carros que foram ‘protagonistas’ no cinema e conheça a história; você vai se surpreender

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy