Pedágios nas principais rodovias do Brasil estão se modernizando; saiba quais são as mudanças que vem por aí

Pedágios também precisam se modernizar em relação a pagamentos

Santo André, 12 de abril, por Helen Batista – Nem sempre as rodovias do Brasil são sinônimos de tranquilidade, aliás, muitas deixam a desejar nesse quesito. O principal motivo são pontos esburacados com falta de manutenção adequada. E mesmo que paguemos pedágios na maioria delas, ainda estamos longe da perfeição nas estradas.

Contudo, alguns pedágios das principais rodovias do Brasil estão se modernizando e hoje O portal Olhar Automotivo foi atrás dessas novidades para nossos leitores. Desse modo, algumas mudanças são necessárias para que os pedágios também se modernizem, saiba quais são.

Veja em seguida: Gasolina aditivada ou comum? Saiba a diferença de cada uma e qual usar no carro

Quais mudanças estão previstas nos pedágios das principais rodovias do Brasil

Com a internet chegando até mesmo em locais de difícil acesso, as principais Agências de Transportes preveem que em breve o cartão de crédito e débito será aceito no pagamento. Hoje os pedágios aceitam dinheiro e tag, ou seja, quando existem uma cabine liberada para a circulação dos veículos com planos de pagamento. A maior vantagem da tag não é ficar parado em filas.

No entanto, a novidade é que em breve diversas rodovias do Brasil vão aceitar o pagamento em débito e crédito o que facilita, principalmente a demora relacionada ao pagamento em dinheiro.

Veja en seguida: Veja agora os carros hatches mais baratos do Brasil em 2022

Algumas rodovias já aderiram às facilidades de pagamento e os pedágios da Anchieta-Imigrantes e Ayrton Senna-Carvalho, aceitam pagamento em cartão. Inclusive, existem um projeto de Lei (PL) 4.643/2020, que altera a Lei 8.987, de 1995, para o pagamento via cartão em todos os pedágios de rodovias federais.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), se adiantou ao projeto e, inclusive, segundo uma publicação em entrevista a agência pelo portal Uol, por Paulo Gama, em abril de 2022, também existem estudos para pagamento via pix.

Essa questão resolveria os problemas de falta de dinheiro no pagamento do pedágio, pois quando isso acontece, as rodovias podem multar o condutor por evasão. Saiba mais a respeito no canal do YouTube TV Senado.

Veja em seguida: Honda e General Motors anunciam produção de veículos elétricos mais baratos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy