Ford testa o geofencing, um controle automático de velocidade

Projeto é desenvolvido com duas vans em Colônia, na Alemanha

São José dos Campos-SP, 27 de junho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A Ford está em fase de testes na Europa de um sistema chamado ‘geofencing’. Com ele, será possível controlar automaticamente a velocidade do carro ao passar por uma área restrita, como hospitais e escolas, por exemplo.

Desta maneira, a marca norte-americana aposta nesta delimitação de forma virtual. Desse modo, vai aproveitar a conectividade dos veículos para aumentar a segurança dos pedestres E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Veja em seguida: Mini Coop S E chega ao mercado brasileiro com versão limitada e exclusiva

Geofencing é testado em duas Vans

Agora, os testes estão sendo feitos com dois veículos. Então, se tratam de vans elétricas Ford E-Transit. Com isso, além de levar mais segurança aos centros urbanos, também ganha em sustentabilidade.

Afinal de contas, os carros elétricos são as grandes ‘vedetes’ do momento no mercado europeu. E estão avançando cada vez mais para eliminar os combustíveis fósseis. E ainda tem o trabalho voltado para a melhoria da segurança viária.

Ford testa o geofencing, um controle automático de velocidade. Foto: Ford Divulgação
Ford testa o geofencing, um controle automático de velocidade. Foto: Ford Divulgação

 

Consequentemente, com a adoção desse sistema de geofencing, também vai reduzir a quantidade de multas pagas pelos motoristas. E a conscientização será ainda maior. Neste caso, o limitador de velocidade será automático, sempre que adentrar em uma via específica.

Veja em seguida: GNV: confira alguns cuidados para evitar acidentes graves

Desse modo, o motorista nem vai ter muito com o que se preocupar. Naturalmente, esse ainda é um projeto embrionário da Ford, mas que deverá funcionar e, em alguns anos, vingar nos seus carros. Mas também nos veículos de outras montadoras espalhadas pelo mundo afora.

Atualmente, as avaliações acontecem na cidade de Colônia na Alemanha. Aliás, em se tratando de carros elétricos, os alemães também estão crescendo, principalmente com os modelos da Mercedes e BMW.

Números

Segundo dados divulgados pelas autoridades, cerca de 30% das mortes nos trânsitos dos países que englobam a EU (União Europeia) são com pedestres e ciclistas. E isso se deve muito ao excesso de velocidade cometido pelos motoristas.

Basicamente, o funcionamento do geofencing acontece por meio de GPS, que já tem previamente definido os locais. Esses testes feitos na Alemanha englobam duas velocidades: 30 e 50 km/h. Então, a ideia da Ford é fazer o serviço e os testes pelo período de um ano nesta cidade do interior do país.

Veja em seguida: Ford quer produzir 2 milhões de carros elétricos até 2026

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy