Sebastian Vettel surpreende a F-1 e anuncia aposentadoria no final do ano

Piloto alemão é tetracampeão mundial e começou na categoria em 2007

São José dos Campos-SP, 28 de julho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O tetracampeão mundial de Fórmula 1, Sebastian Vettel, anunciou nesta quinta-feira (28) que vai se aposentar ao final desta temporada. Com isso, a decisão pegou todo mundo de surpresa.

Agora, para a temporada 2023, a equipe Aston Martin, a qual compete desde 2021, terá uma vaga das mais cobiçadas. E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Veja em seguida: Mini Coop S E chega ao mercado brasileiro com versão limitada e exclusiva

Primeiramente, o piloto de 35 anos já tem 15 anos de Fórmula 1. Isso porque estreou em 2007 e, em 2008, já conquistou sua primeira vitória, no GP da Itália. Depois, em 2009, na Red Bull, ficou com o vice-campeonato, mostrando talento.

Vettel fatura quatro títulos seguidos

Depois, o piloto alemão marcou uma geração ao conquistar quatro títulos consecutivos na categoria máxima do automobilismo mundial. Isso porque manteve uma hegemonia entre 2010 e 2013.  Essa sequência só se quebrou em 2014, com Lewis Hamilton, da Mercedes Benz.

Durante muito tempo, se teve a expectativa de que Vettel pudesse quebrar os recordes de Michael Schumacher, heptacampeão mundial. Mas isso não aconteceu.

De qualquer maneira, Vettel vai sair de cena no final de ano com números brilhantes. Afinal de contas, foram 53 vitórias, 57 poles positions e 122 pódios.

No entanto, não vence uma corrida desde 2019, no GP de Singapura, quando ainda estava na Ferrari. Depois, com o declínio da equipe italiana, ele também não conseguiu mais triunfos.

Agora, na modesta Aston Martin, vem sempre ficando na parte de trás do grid. Para alguém acostumado a ser campeão, pode se tornar desestimulante.

Veja em seguida: Ford quer produzir 2 milhões de carros elétricos até 2026

Família pesa na decisão

Nesta quinta, ao anunciar a aposentadoria, Sebastian Vettel disse que não sabe ainda em qual categoria vai competir a partir do ano que vem. No entanto, afirmou que pretende passar mais tempo ao lado dos familiares.

Por fim, o piloto alemão gravou um vídeo agradecendo por todos esses anos na categoria máxima do automobilismo mundial.

Agora, neste final de semana, ele vai disputar o GP da Hungria, no circuito de Budapeste. Essa é a 14ª etapa da temporada 2022, que tem Max Verstappen, da Red Bull, como líder. O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, é o vice-líder do campeonato.

Veja em seguida: Ford testa o geofencing, um controle automático de velocidade

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy