CNH ganha novo formato a partir deste 1º de junho; confira o que muda

Para quem já está com a habilitação antiga, só precisa mudar no ano da renovação

São José dos Campos-SP, 31 de maio de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) começa nesta quarta-feira (1), a exigir o novo formato da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, não há motivo para preocupação. Isso porque, quem já tem a carteira atual, em vigência, só vai precisar atualizar quando renovar. Por exemplo, quem renovou ou tirou carteira no ano passado e tem menos de 65 anos, só vai precisar se preocupar daqui a nove anos.

Afinal de contas, desde 2020, a renovação da carteira passa a ser a cada 10 anos. Apenas quem tem mais de 50 anos precisa renovar, por questão de idade. Acima dos 70 anos, a renovação é a cada três anos.

Veja em seguida: Veja o que todo mundo deveria saber sobre a importância do cinto de segurança; confira

O que muda com a nova CNH?

Agora, a principal alteração na nova CNH é a questão da segurança contra fraudes. Isso porque terá agora  novos gráficos e vai passar a ter também um novo sistema internacional de identificação.

Desta maneira, quando o motorista for para alguma região fora do país, poderá usar o documento também com mais autoridade.

Além disso, a nova CNH seguirá com duas versões: impressa e digital, assim como já tem sido nesses últimos anos. Entretanto, para a versão digital, é importante andar com o celular, para mostrar o documento quando for pedido.

Veja em seguida: Qual foi o primeiro carro à álcool no Brasil? Se surpreenda com essa história

Cores da nova carteira

Atualmente, a carteira que entra em vigor no dia 1º de junho terá predomínio das cores verde e amarela. Enquanto isso, a carteira atual tem predomínio da cor verde.

Outra novidade é um holograma que vai ficar na parte de baixo do documento e ainda itens que só são visíveis com raio ultravioleta. Com isso, a medida poderá reduzir o risco de fraude e ter um documento falso.

Outra novidade visível é a assinatura, que agora vai ficar embaixo da foto, mais uma maneira de identificar melhor o condutor.

QR Code continua

Desde 2017, as carteiras de habilitação contam com um QR Code, onde todos os dados dos motoristas podem ser consultados. E isso continua na versão atual, que ainda tem mais duas novidades escritas.

Caso seja um motorista com carteira temporária, para o primeiro ano de habilitação, aparecerá a letra ‘P’. Já os motoristas com carta definitiva terão a letra ‘D’.

Por fim, agora o motorista pode usar o nome social na CNH e ainda pode colocar a filiação afetiva do condutor.

Veja em seguida: ID.3 e ID.4, os elétricos da Volkswagen, fizeram sucesso com o público em São Paulo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy