Vai viajar por estradas esburacadas? Confira como fazer evitar acidentes e danos ao veículo

Locais assim exigem cuidado redobrado dos motoristas

São José dos Campos, 15 de abril de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – Viajar por estradas esburacadas é um desafio grande. No entanto, é algo muito comum em boa parte do país e, para encarar essa realidade, precisamos nos adaptar. Isso porque os buracos e saliências podem causar graves acidentes. O Olhar Automotivo pesquisou e tem algumas dicas sobre o assunto.

Primeiramente, temos que fazer um check up no próprio carro antes de viajar e observar se suspensão, amortecedor e pneus estão em dia. Caso contrário, poderão sofrer danos ainda maiores caso caia em um buraco. Isso sem contar os faróis, que vão ajudar a identificar possíveis crateras pelo caminho.

Veja em seguida: Confira os carros que serão lançados em 2022

Agora, quando sabe que está em uma estrada com essas características, evite dirigir em velocidades altas e redobre a atenção. Assim, tem mais chances de observar um buraco antes e conseguir desviar a tempo.

Caso esteja em uma estrada com chuva, o cuidado deve ser ainda maior, não só para não derrapar, mas devido às poças d’água. Neste caso, o risco é que elas escondam algum buraco e isso vai danificar o veículo.

Veja em seguida: Mustang Mach 1: Ford anuncia início das vendas no Brasil

Inclusive, se acontecer de passar em um buraco e furar o pneu ou danificar a suspensão, pare em um acostamento, com segurança. Em seguida, ligue o pisca-alerta, coloque o triângulo alguns metros atrás e então chame o socorro. Neste caso, pode ser tanto do seguro particular do veículo, se tiver, quanto da empresa concessionária da estrada.

Estradas esburacadas e a redução de velocidade

Outra situação é quando vê um buraco e não consegue desviar. Neste caso, não acelere o carro, pois vai aumentar o estrago e pode causar acidentes. Apenas tire o pé do acelerador e freie de forma leve, sem ser brusco, pois isso também pode causar problemas. Além disso, outra dica é colocar o pé na embreagem, pois vai ajudar a não quebrar a caixa de câmbio.

Por fim, duas últimas orientações: primeiro, evite se distrair no volante olhando para o lado e conversando com os outros passageiros. Isso porque vai aumentar a chance de não ver o buraco. Depois, também sempre tenha um estepe calibrado e em condições de uso. Caso o pneu fure ou rasgue em um buraco, vai ter outro na mão para substituir. A seguir, veja um vídeo do canal ‘Márcia Pontes Superação do Medo de Dirigir’, com mais algumas dicas.

Veja em seguida: Gasolina aditivada ou comum? Saiba a diferença de cada uma e qual usar no carro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy