Alonso anuncia que vai correr pela Aston Martin em 2023

Agora, o espanhol fica na Alpine até o final deste ano

São José dos Campos, 1 de agosto de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O piloto espanhol Fernando Alonso vai competir na equipe Aston Martin temporada 2023 da Fórmula 1. A decisão foi confirmada na manhã desta segunda-feira (1). Assim, o bicampeão mundial vai ter uma nova casa, aos 41 anos, a partir da próxima temporada.

Isso porque o tetracampeão mundial, Sebastian Vettel, anunciou no final de semana que vai se aposentar após 15 anos de carreira. Assim, com a saída do alemão, a Aston Martins abriu uma vaga e o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Veja em seguida: Silverado, um ícone da Chevrolet, está a caminho do mercado brasileiro

Agora, a Alpine, equipe francesa na qual Alonso corre, vai ter que buscar um novo piloto para o ano que vem. E, como se trata também de uma equipe competitiva, certamente, a briga será das mais disputadas.

Expectativas de Alonso

Após passar duas temporadas na Alpine em seu retorno da aposentadoria, o Príncipe das Astúrias terá um novo desafio na carreira. Teoricamente, a Alpine está melhor que a Aston Martin.

Contudo, a expectativa é de crescimento da nova equipe de Alonso, que espera ajudar na evolução do carro para 2022.

Alonso anuncia que vai correr pela Aston Martin em 2023. Foto: Facebook
Alonso anuncia que vai correr pela Aston Martin em 2023. Foto: Facebook

 

Então, o espanhol vai ter a companhia do canadense Lance Stroll no ano que vem. E Esteban Ocon, da Alpine, aguardará um novo companheiro para 2023.

Desde 2006, quando conquistou o segundo título, Alonso nunca mais conseguiu ser campeão. Ele até se aposentou e agora voltou para tentar uma nova sorte na carreira.

Veja em seguida: George Russell faz a pole position para o GP da Hungria de Fórmula 1

Com Verstappen líder, Fórmula 1 dá ‘pausa’ de um mês e volta na Bélgica

O piloto holandês Max Verstappen, da Red Bull, está cada vez mais próximo do bicampeonato mundial de Fórmula 1. Afinal de contas, já abriu 80 pontos de vantagem sobre o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari.

Além disso, neste último final de semana, no GP da Hungria, 14ª etapa da temporada 2022, conquistou uma vitória espetacular. Ele largou em décimo lugar e ainda venceu com sobras.

Com isso, tem uma vantagem considerável para os demais concorrentes e Leclerc, se quiser o título inédito, vai ter que ‘remar’ muito. Agora, os pilotos ganha uma folga de quase um mês.

Então, a categoria retorna apenas no último final de semana de agosto, entre os dias 26 e 28. Na oportunidade, vão disputar o GP da Bélgica, no circuito de Spa Framcorchamps.

Veja em seguida: Mini Concept Aceman: modernidade e simplicidade no futuro da marca

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy