Falta de peças coloca em xeque produção de veículos; Volks reduz carga horária

Medida acontece em fábrica de São Bernardo, onde salários também serão reduzidos

São José dos Campos-SP, 23 de junho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A falta de peças, especialmente os semicondutores, continua sendo um desafio para as montadoras de veículos no Brasil. Inclusive, a fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo anunciou redução de salários e de jornada de trabalho nesta quinta-feira (23). E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, essa falta de componentes eletrônicos, principalmente os importados da China, estão ocasionando um represamento dos pedidos de veículos. Mesmo com grande demanda dos consumidores, as montadoras não estão dando conta de entregar tudo.

Veja em seguida: Viagem no túnel do tempo: Ford abre arquivo com mais de 100 anos de fotos para o público; confira

Então, no caso específico da Volks da cidade do Grande ABC, em São Paulo, houve um acordo com o sindicato. Assim, vai haver a redução da carga horária e redução proporcional dos salários dos trabalhadores.

Consequentemente, a produção continua sendo menor que o esperado. Além disso, o problema mundial vem inflacionando o mercado de veículos. Assim, os carros estão cada vez mais caros e inacessíveis para boa parte da população.

Por exemplo, o mercado brasileiro tem o carro zero quilômetros hoje, mais barato, custando R$ 59.990, no caso do Fiat Mobi 1.0 básico.

“A Volks queria parar um turno, nós negociamos para, ao invés disso, reduzir a jornada e manter os turnos funcionando. Isso que diminui o impacto na cadeia de produção, nos fornecedores e, sobretudo, nos terceirizados. Até porque eles não têm o mesmo acordo que os trabalhadores da Volks”, disse Wellington Messias Damasceno, do Sindicato dos Metalúrgicos da região.

Quando começa

Agora, a redução será de 24% no tempo de trabalho e de 12% nos salários, quando no final do mês cada um vai trabalhar no total, cinco dias a menos. Além disso, começa a valer após o final do período das férias coletivas dos trabalhadores.

Veja em seguida: EV Wildcat: saiba mais sobre o novo carro-conceito da Buick

Atualmente, essas férias coletivas estão previstas para começarem no dia 27 de junho e terminarem no próximo dia 7 de julho, apenas para a unidade de São Bernardo do Campo.

Após o anúncio do acordo por parte do Sindicato dos Metalúrgicos, a Volkswagen também confirmou as medidas e disse que vai fazer avaliação periódica sobre a necessidade de reduzir a produção.

Isso porque a pandemia da Covid-19, que começou em 2020, e mais a guerra na Ucrânia, estão prejudicando diretamente o mercado de produção de veículos em todas as partes do mundo.

Veja em seguida: Novo Peugeot 408: duas versões híbridas e uma à gasolina; saiba mais sobre o carro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy