Saiba como cuidar das palhetas do limpador de para-brisa com essas dicas simples

Item tem um tempo de vida útil e precisa de manutenção

São José dos Campos, 20 de abril de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – As palhetas do limpador de para-brisa são itens importantes para os carros, mas nem sempre damos a devida atenção.  Desta maneira, só percebemos que há algo errado quando chove, estamos dirigindo e o acessório não funciona direito. Mas nem sempre precisa ser assim. E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, como qualquer equipamento de carros, a palheta do limpador precisa de manutenção e também tem um tempo de vida útil. Por isso, é preciso verificar com frequência. Entretanto, aqui também fica uma dica: não acredite no que todo mundo fala.

Veja em seguida: Qual a quilometragem ideal para um carro seminovo? Confira algumas dicas valiosas

Por exemplo, é comum ir abastecer o carro em um posto de combustível e aparecer um funcionário terceirizado dizendo que a palheta está velha, precisa trocar e oferece um item novo, mas por um preço mais caro do que nas lojas. Por isso, também é importante ficar atento aos valores cobrados.

Ainda assim, precisa ficar atento às palhetas. Entre outras coisas, elas podem até mesmo riscar o próprio para-brisa. Isso porque, com o ressecamento das borrachas, a parte dura do acessório vai entrar em contato direto com o vidro quando funcionar e causar o problema. Por isso, é tão importante.

Veja em seguida: Placa preta: saiba como fazer para colocar e confira se o seu carro se enquadra no perfil de colecionador

Agora, uma dica importante é sempre limpar a borracha, principalmente nos dias secos. Isso porque, nestes períodos, não chove e acumula mais poeira, ressecando o material e diminuindo o tempo de vida útil.

O que passar nas palhetas

Quando for limpar a palheta do para-brisa, nem precisa de muitos ingredientes. Apenas com um papel toalha e um pouco de sabão já o suficiente para higienizar. No entanto, alguns preferem usar o álcool no lugar da água, o que também é permitido, sem nenhum problema. Assim, faça isso ao menos uma vez a cada duas semanas, para garantir a qualidade.

Por fim, quando perceber que o limpador já não funciona direito e a poeira se acumula no para-brisa, já é hora de trocar. E não espere o acessório começar a riscar o vidro para isso. Mas, quando for comprar outro, opte pelos modelos originais de fábrica. Dessa forma, vai funcionar de maneira mais adequada e proteger melhor o vidro do carro. A seguir, acompanhe um vídeo do canal ‘Oficina Caseira’, com mais algumas dicas importantes.

Veja em seguida: Cuide do seu velhinho: saiba como manter, em boas condições, um carro usado

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy