Farol baixo nas estradas durante o dia: confira porque é importante utilizar

Lei foi implementada em 2016 e, apesar das polêmicas, reduziu acidentes

São José dos Campos, 13 de abril de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A Lei do Farol Baixo foi implantada no Brasil em 2016 e, desde o início gerou polêmica por parte dos motoristas. Mas o fato é que essa orientação já era feita bem antes pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). Isso porque se constatou que ajuda a diminuir o número de acidentes, principalmente os frontais. E o blogue Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Agora, para efeito de comparação, em 2016 a revista Quatro Rodas fez uma análise com carros com faróis acesos e apagados nas estradas. Na oportunidade, constatou que os veículos com luz acesa tiveram 567% mais chances de serem vistos à distância do que os outros. Inclusive, essa luz de dia é mais eficaz ainda em rodovias mais estreitas, de pista única e mão dupla.

Veja em seguida: Como vai funcionar o programa RENOVAR do Governo Federal; saiba quem pode se beneficiar

Desde 2021, a obrigatoriedade do uso do farol baixo durante o dia existe apenas nestas rodovias de pistas simples, após alteração feita pelo Governo Federal. No entanto, números mostram que os faróis são eficazes contra acidades.

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, no primeiro mês de aplicação da lei em 2016, houve queda de 36% no número de acidentes frontais em relação ao mês anterior. Além disso, a queda nos atropelamentos foi de 34% e os óbitos em batidas frontais caíram 56%, além de 41% nos casos de pedestres atingidos.

Veja em seguida: Quais são as expectativas para os carros usados 2022? Saiba se a valorização será mantida

Punição por andar com farol apagado

Atualmente, o valor da multa para quem anda com o farol apagado é de R$ 130,16, considerada infração média, com perda de 4 pontos na carteira de motorista. Além disso, em túneis e em momentos de neblina, o farol baixo é obrigatório em qualquer rodovia.

Portanto, o motorista também precisa se conscientizar e manter os faróis sempre em pleno funcionamento. Caso algum esteja queimado, o correto é procurar um mecânico imediatamente e trocar. Inclusive, alguns motoristas mais experientes e precavidos até andam com lâmpadas novas reservas no carro eles mesmo trocam.

Por fim, independentemente da obrigatoriedade e dos motivos que causam um acidente, além dos faróis, o ideal é minimizar esse risco. Neste sentido, se o farol aceso na estrada evitar uma única morte, já vai valer a pena. A seguir, acompanhe um vídeo do canal ‘Instante Volante com Rafa Filgueiras’ e confira mais algumas dicas sobre o assunto.

Veja em seguida: Veja agora os carros hatches mais baratos do Brasil em 2022

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy