Fenabrave: venda de veículos cresce em abril, mas encolhe no período de um ano; veja os números

Dados foram divulgados nesta semana

São José dos Campos, 4 de maio de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgou nesta semana mais uma balanço de emplacamento de carros, que teve alta no mês, mas queda no período de um ano. E o Olhar Automotivo vai falar um poucos sobre o assunto.

Primeiramente, abril de 2022, que teve 19 dias úteis contra 22 dias úteis em março, apresentou melhora nos índices. Segundo dados da Federação, a alta foi de 14,5% em volumes diários.

Veja em seguida: Márcio de Lima Leite, novo presidente da Anfavea, terá 3 anos de desafios; saiba quem é ele

Assim, durante o mês que acabou na semana passada, foram 109.684 novos emplacamentos de veículos. Enquanto isso, em março, o número foi de 108.230.

Em relação a abril do ano passado, a queda nas vendas de carros foi de 6%. Neste período de 2021, os emplacamentos de novos veículos chegou a 127.431.

Já o acumulado de 2022 em comparação com o acumulado no mesmo período de 2021 teve uma queda ainda maior, que chegou a 7,2%, segundo os dados da Fenabrave.

No primeiro trimestre do ano passado, se emplacou 528.191 novos veículos no país. Enquanto isso, no mesmo período em 2022, foram 410.114.

Veja em seguida: Você sabe em quais situações pode usar o acostamento na estrada? Confira essas dicas

Balanço positivo da Fenabrave

Apesar da queda, o presidente da Fenabrave, Andreata Junior, se mostrou otimista por conta do contexto negativo do mundo, que vive a pandemia da Covid-19 e ainda a guerra na Ucrânia.

“A Ucrânia, que está em guerra com a Rússia, é um importante fornecedor de insumos para a indústria de semicondutores, o que agrava a crise de abastecimento global”, disse ao site oficial da entidade.

“Além disso, há problemas com preços de combustíveis no mundo inteiro. Dentro deste cenário, vemos com otimismo sinais de melhora no Setor”, destacou o presidente da Fenabrave.

Ainda segundo o dirigente, queda tem sido menor e isso significa que o mercado deverá reagir.

“Apesar de ainda estarmos em retração, no acumulado do ano, notamos que, no fechamento do primeiro bimestre de 2022, o volume estava cerca de 13% menor se comparado a igual período de 2021. Agora, a retração caiu para pouco mais de 7%, o que sinaliza um movimento de retomada”, afirmou.

Paralisação

Nesta quarta (4), a Volkswagen em São Bernardo do Campo anunciou que vai parar a produção momentaneamente, justamente por falta dos semicondutores. A seguir, veja um vídeo do canal ‘Últimas notícias’.

Veja em seguida: Você usa a seta do seu carro de forma correta? Confira algumas dicas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy