GP de Mônaco: Perez vence e Verstappen amplia vantagem na liderança

Leclerc, que largou na pole em casa, terminou em quarto lugar

São José dos Campos-SP, 29 de maio de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O piloto mexicano Sergio Perez, da Red Bull, venceu o GP de Mônaco na manhã deste domingo (29), pela sétima etapa do Mundial de Fórmula 1 2022. E o Olhar Automotivo vai falar como foi a corrida.

Em uma prova marcada pelo atraso devido à chuva, o espanhol Carlos Sainz, da Ferrari, ficou em seguindo, o atual campeão Max Verstappen em terceiro e o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari e pole position da prova, em quarto.

Com esse resultado, Verstappen foi a 125 pontos, contra 177 do piloto de Mônaco. Perez, com 110, é o terceiro e entra na briga.

Veja em seguida: GP de Mônaco de Fórmula 1: Leclerc faz a pole position e comemora em casa
Próxima corrida
Agora, a Formula 1 dá uma pausa de uma semana e volta no dia 12 de junho, o Dia dos Namorados, para o GP do Azerbaijão. Assim, a próxima corrida vai ser disputada a partir das 8h (de Brasília).

Enquanto isso, categoria segue a sua chamada temporada europeia, com as provas em sequência no Velho Continente.
Como foi a corrida
Como choveu horas antes da corrida, a pista ficou molhada, mudou a estratégia das equipes e a largada, inclusive, atrasou. Assim, a volta de apresentação aconteceu com Safety Car e com mais chuva.

Desta maneira, sem condições de largar, todos os pilotos foram para os boxes e a direção de prova colocou bandeira vermelha, paralisando a prova antes de começar.

Com uma hora e dez minutos de atraso, a prova começou e Nicolas Latifi, da Williams, bateu antes do Safety Car deixar a pista. A largada foi com os carros em movimento, por causa da chuva.

Veja em seguida: Mercedes EQS: alta performance elétrica a partir de julho no mercado brasileiro

Com isso, as posições iniciais foram mantidas, com Leclerc e Sainz colocando as Ferraris nas duas primeiras posições.

Então, nas voltas seguintes, Leclerc foi abrindo vantagem, enquanto seu companheiro seguia como fiel escudeiro e segurando Perez e Verstappen, deixando a Red Bull mais para trás.

Assim, com pista molhada e poucos pontos de ultrapassagem, o cenário ficou favorável para Leclerc, que em 13 voltas já tinha 5 segundos de vantagem sobre Sainz.

Depois, na volta 19, Leclerc parou para trocar pneus, colocando compostos intermediários, já que a chuva diminuiu.

Mas, em seguida, na volta 22, Leclerc e Sainz pararam para colocar pneus duros e Sainz ficou na frente do companheiro, pois ainda não tinha parado.

Em seguida, as duas Red Bulls pararam e Verstappen voltou à frente de Leclerc, em terceiro, mudando o panorama da prova.

Na volta seguinte, quando o monegasco estava colado no holandês, perdeu o controle na reta dos boxes e quase rodou.
Susto
Na volta 27, a Haas do alemão Mick Schumacher bateu forte, o carro partiu em dois, mas o piloto saiu ileso, apenas entrando o Virtual Safety Car. Mas, como demorou para consertar, deu nova bandeira vermelha.

Então, na relargada, a corrida tinha Perez em primeiro, Sainz em segundo, Verstappen em terceiro e Leclerc em quarto.

As posições foram se mantendo e, nos últimos dez minutos de prova, as Ferraris melhoraram o rendimento e foram para cima, mas com pouco espaço para ultrapassar.

Veja em seguida: Nissan prepara a primeira expedição de volta ao mundo em um carro totalmente elétrico

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy