Maio amarelo: como fazer para aumentar a conscientização no trânsito

Campanha surgiu em 2014 e visa a melhoria do trânsito

São José dos Campos, 30 de abril de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – O mês que está começando marca, entre outras coisas o Maio Amarelo. Assim, se trata de um movimento mundial voltado para a segurança no trânsito, onde a proposta e ampliar a conscientização de todos e evitar acidentes. E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, vale ressaltar que o programa Maio Amarelo visa uma integração entre o poder público e a sociedade em geral. Então, a ideia é prevenir acidentes de trânsito e ensinar maneiras, através de campanhas, sobre como dirigir de maneira correta e segura.

Veja em seguida: Pisca-alerta ligado: confira como fazer para usar o recurso adequadamente no trânsito

Segundo dados divulgados pela OMS (Organização Mundial de Saúde), os acidentes de trânsito são os principais responsáveis pelas mortes de pessoas entre 15 e 29 anos no mundo. Inclusive, há uma estimativa de que, se nada for feito, em 2030 o mundo chegará a 2,4 milhões de pessoas mortas no ano por conta de acidentes automobilísticos.

Além disso, a ONU (Organização das Nações Unidas), aposta em uma redução de 50% no número de acidentes de trânsito fatais durante esta década que vai de 2021 a 2030. Logo, também aposta em campanhas e ações para minimizar o problema.

Dados do Ministério da Saúde mostram que em 2019, um ano antes da pandemia da Covid-19, 30 mil brasileiros morreram por conta de acidentes de trânsito entre ruas e estradas do Brasil.

Veja em seguida: Por que entra água no meu carro? Confira o que fazer para resolver o problema

Simbologia do Maio Amarelo

Agora, a cor amarela foi escolhida como símbolo por ser um sinal de alerta no trânsito. Afinal de contas, no semáforo, o amarelo indica atenção. Além disso, o mês foi escolhido após uma ação da ONU, em maio de 2011, quando iniciou a Década de Ação para a Segurança no Trânsito. Mas o Maio Amarelo surgiu em 2014. Atualmente, é um movimento mundial que visa resolver esses problemas.

Por fim, vale lembrar que é importante seguir as leis de trânsito, respeitar placar e os limites de velocidades nas vias públicas. Isso sem contar que os órgãos públicos reforçam a necessidade de não consumir bebidas alcoólicas.

Desse modo, no Brasil, desde 2008 existe a Lei Seca, com tolerância zero para quem dirige alcoolizado. Segundo dados do governo federal, o Brasil já registrou queda de mais de 11% no número de mortes no trânsito desde então. A seguir, acompanhe um vídeo do canal ‘Maio Amarelo’.

Veja em seguida: Óleo mineral, sintético ou semissintético? Confira qual é o melhor para o seu carro

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy