Opala, 30 anos de saudade: clássico da Chevrolet saiu de linha em 1992

Veículo foi lançado no Salão do Automóvel de 1968

São José dos Campos, 21 de abril de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – No dia 16 de abril de 2022, a Chevrolet encerrava a produção de seu último Opala. Era um Diplomata S/E, cor vermelho Ciprus, e que hoje é item de um colecionador em São Paulo. Mas também marcou o fim de uma geração. Afinal de contas, foram 24 anos de história e sucesso no mercado brasileiro. E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

No final de 1968, a Chevrolet lançou o Opala no mercado, um carro moderno para a época e com câmbio de três marchas, no volante. Aliás, o veículo foi lançado durante a sexta edição do tradicional Salão do Automóvel, em São Paulo. Assim, o nome do carro foi uma homenagem ao Impala norte-americano e à Opel. Inclusive, o desenho do carro foi inspirado o Opel Rekord.

Veja em seguida: Confira as principais mudanças das regras de trânsito que já estão valendo

Logo no começo, o Opala já caiu no gosto popular e teve garotos-propagandas de peso, como o astro Rivelino, da Seleção Brasileira, o cantor Jair Rodrigues e a atriz Tônia Carreiro, considerada uma das mulheres mais bonitas da época.

Então, o carro foi passando por evoluções ao longo dos anos e ganhou versões esportivas, como o SS, que também fez muito sucesso em seu auge, na década de 1970. No entanto, a crise do petróleo, em 1973, impactou na venda do Opala. Afinal de contas, era um carro potente e que consumia muito combustível.

Veja em seguida: Qual a quilometragem ideal para um carro seminovo? Confira algumas dicas valiosas

Opala ganha sua ‘perua’ em 1975

Apesar dos problemas econômicos, o Opala não saiu de linha e continuou crescendo. Em 1975, a Chevrolet lançou a Caravan, que era a versão State Wagon, ou ‘perua’, como também é chamada. E o carro família ficou no mercado até 1992, acompanhando as transformações do Opala.

Depois, em 1980, com o auge da família Comodoro, o Opala passou por sua primeira grande restilização, se caracterizando durante toda aquela década. No início dos anos 1990, passou por nova transformação, antes de deixar a produção.

Por fim, o Opala sempre foi sinônimo de sofisticação e ficou conhecido por ser o carro oficial de muitos prefeitos, governadores e até presidentes. Mas também serviu muito às polícias civil e militar da época, quando também fez história.  A seguir, acompanhe um vídeo do canal ‘FUTCOMOLEGUSTA’, com a propagada do Opala em 1969, estrelada por Rivelino.

Veja em seguida: Confira os problemas que podem fazer com que seu carro fique sem força

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy