Preços dos combustíveis: ANP determina exibição de apenas duas casas decimais; veja como fica

Medida começa a valer ainda esta semana

São José dos Campos, 2 de maio de 2022, por Marcos Eduardo CarvalhoOs preços dos combustíveis são exibidos com três casas decimais há vários anos, o que foge inclusive do padrão da moeda brasileira, o Real. No entanto, essa situação vai mudar a partir do próximo dia 7 de maio e o Olhar Automotivo vai falar sobre o assunto.

Agora, a intenção da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) é que tenha apenas duas, para facilitar o entendimento do motorista. No entanto, isso não vai alterar em nada o valor do litro dos combustíveis, nem para mais e nem para menos.

Veja em seguida: Câmbio automático: confira algumas dicas importantes para uma boa manutenção

Além disso, a medida vale para gasolina, etanol e diesel, além do gás natural. Com isso, a partir deste próximo sábado, todos os postos do país devem se adaptar a essa nova medida.

Assim, a nova regra vale tanto para as bombas de combustível quanto para os painéis onde os comerciantes exibem os preços. Entretanto, para não mexer no formato da bomba, o terceiro número poderá ficar travado no zero.

Segundo a ANP, isso será permitido para que os donos de postos não precisem ter gastos para adaptar os equipamentos que já utilizam atualmente. E vão conseguir seguir a expressão numérica na moeda brasileira.

Qual combustível é mais vantajoso?

Em tempos de combustível cada vez mais alto, o consumidor precisa fazer contas para saber qual é o que mais compensa, caso tenha um carro com motor flex. No entanto, a medida para descobrir é das mais simples.

Desta maneira, pegue o valor do litro do etanol e divida pelo valor do preço do litro da gasolina. Se o resultado da conta for 0,70, o etanol se torna mais vantajoso. Afinal de contas, a gasolina é, na prática, até 30% mais econômica, embora o preço absoluto do litro seja maior.

Veja em seguida: Saiba quais são os itens mais importantes na hora de revisar o carro; confira essas dicas

Por fim, o consumir também precisa pesquisar em quais postos abastecer e prezar pela qualidade. Isso porque, embora o preço esteja cada vez mais proibitivo, apostar no mais barato pode trazer problemas para o motor.

Assim, há o risco de abastecer com combustível adulterado, o que vai gerar mais consumo e pode, até mesmo, danificar o motor do carro, trazendo um gasto ainda maior. A seguir, acompanhe um vídeo do canal da ‘Revista Novo Tempo’, com mais detalhes sobre a mudança da ANP.

Veja em seguida: Preço da gasolina atinge patamar mais alto e chega a R$ 7,27 no Brasil; veja como economizar com o carro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy