Saiba o motivo de carros que saíram de linha continuam sendo emplacados

Cuiabá, 24 de abril, por Amanda Souza – Geralmente, o volume de emplacamentos é usado para estimar as vendas de determinado modelo zero-quilômetro. Entretanto, a relação mensal de veículos que tiveram o primeiro licenciamento inclui veículos que saíram de linha.

Então, vamos te explicar o motivo de que carros que já ”morreram” continuam a ser emplacados como 0 km. Gostou da tema? Pois, confira mais artigos sobre automóveis e fique por dentro de todas as novidades sobre o assunto.

Então confira ainda essa matéria que está dando o que falar na internet: Veja carros que saíram de linha, mas acabaram voltando ao mercado

Entenda o porquê existem carros que saíram de linha ainda são emplacados

Segundo a Fenabrave, existem algumas razões para isso acontecer: a principal delas é que modelos antigos são paixões de muitos motoristas, e são comprados para fazer parte de coleções. Então, os carros antigos que foram guardados por muitos anos, agora foram vendidos para outros compradores.

Então leia também esta matéria que está dando o que falar na web: Aplicativos para ajudar a economizar no combustível

Outro possível motivo para um carro ser emplacado muito tempo depois da respectiva fabricação é devido ao uso de um chassi antigo na montagem de veículos customizados ou adaptados. Esse emplacamento tardio também pode estar atrelado a um automóvel que andava somente em locais restritos como fazendas, por exemplo, e depois teve que rodar em vias públicas.

Alguns modelos como Chevrolet Celta, Fiat Stilo, Ford Ecosport, Volkswagem Fusca, e Chevrolet Agile são alguns exemplos de carros descontinuados, mas que tiveram emplacamento recente no ano de 2022.

Você ainda pode gostar dessa matéria: Volkswagen ID.4: ainda sem lançamento, mas já aparece rodando no Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy