Sem substituto para GP da Rússia, temporada 2022 da Fórmula 1 terá 22 provas

Corrida seria disputada no dia 25 de setembro

São José dos Campos-SP, 18 de maio de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – A temporada 2022 do Mundial de Fórmula 1 vai terminar com 22 provas no calendário oficial, uma a menos do que o previsto. Isso porque o GP de Sochi, na Rússia, cancelado, não terá um substituto. E o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, vale lembrar que a prova no circuito da cidade turística foi vetada como parte das sanções ocidentais ao governo do presidente Vladimir Putin. Isso porque no dia 24 de fevereiro invadiu a Ucrânia, em conflito que se estende até hoje.

Veja em seguida: Confira as apostas tecnológicas da Nissan para reduzir riscos de acidentes com a nova Frontier

Inclusive, ainda na mesma decisão que tirou o GP de Sochi, o piloto russo Nikita Mazepin, da equipe Haas, teve seu contrato rescindido e ficou de fora da temporada. No entanto, ele também nunca conquistou resultados expressivos na categoria.

Inicialmente, o GP de Sochi estava marcado para o dia 25 de setembro. O Catar, a Turquia e uma dobradinha em Cingapura foram cogitadas pelos organizadores do Mundial de Fórmula 1. Mas optaram por deixar o campeonato com uma corrida a menos. Assim, haverá uma pausa maior entre as provas em Cingapura e no Japão.

Contudo, em 2023, a temporada deverá novamente ter 23 provas e, entre elas, está uma inédita corrida noturna em Las Vegas. A turística cidade dos cassinos é famosa também por receber carrões de luxo de todas as marcas.

Veja em seguida: BMW X3 M40i M Sport Edition chega ao Brasil com versão limitada; confira o preço

Como está a temporada 2022 da Fórmula 1

Atualmente, o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, lidera a temporada 2022. Então, o atual campeão mundial, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, o segue de perto.

Porém, na corrida passada, disputada no novo circuito de Miami, nos Estados Unidos, Verstappen venceu e encurtou a diferença.

Assim, Leclerc agora tem 104 pontos, 19 a mais do que o seu principal concorrente. Mas o piloto de Mônaco tem apenas duas vitórias no ano, enquanto Verstappen venceu três.

O heptacampeão mundial Lewis Hamilton, da equipe Mercedes, é a decepção do ano até agora, pois ainda não conseguiu nenhuma vitória. Se terminar a temporada assim, será algo inédito na carreira do britânico, que estreou na categoria em 2007.

Agora, a próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 será disputada neste final de semana, no GP de Barcelona, na Espanha. Esta será a sexta etapa da temporada.

Veja em seguida: Você dirige com o carro sempre na ‘reserva’? Caso faça, é melhor mudar de hábito; veja porque

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy