Meu carro passou dos 200 mil quilômetros rodados: e agora? Saiba quais cuidados devemos ter

Neste ponto, precisamos ter alguns cuidados especiais

São José dos Campos-SP, 10 de junho de 2022, por Marcos Eduardo Carvalho – Muitos dizem que carros foram feitos para rodar. Afinal de contas, não são como as samambaias, que apenas enfeitam as garagens. No entanto, uma hora eles vão chegar e passar dos 200 mil quilômetros rodados. Neste caso, como devemos fazer para cuidar? Assim, o Olhar Automotivo vai falar um pouco sobre o assunto.

Primeiramente, é sempre importante ressaltar que todos os carros, assim como qualquer equipamento elétrico e mecânico, têm um tempo de vida útil. No entanto, tomando cuidados específicos, podemos prolongar isso.

Veja em seguida: Citroen comemora aumento de 143% nos emplacamentos em maio no Brasil; confira

O que fazer na revisão de 200 mil quilômetros?

Agora que o carro chegou a essa marca importante, temos que tomar algumas medidas. Até porque 200 mil é o ‘número mágico’ de muitas fabricantes quanto à durabilidade de um motor.

Mas, agora, é preciso redobrar a atenção para possíveis vazamentos de óleo de motor e de câmbio. Isso é fundamental para garantir uma durabilidade maior.

Além disso, devemos regular o pedal da embreagem, garantir a troca de óleo no tempo certo e fazer a regulagem das válvulas do motor.

Meu carro passou dos 200 mil quilômetros rodados: e agora? Saiba quais cuidados devemos ter. Foto: Marcos Eduardo Carvalho
Meu carro passou dos 200 mil quilômetros rodados: e agora? Saiba quais cuidados devemos ter. Foto: Marcos Eduardo Carvalho

 

Caso o equipamento ainda esteja ‘firme’, sem batidas, significa que está bem cuidado. Muitos mecânicos e especialistas afiram que a durabilidade do motor depende mais da manutenção do proprietário.

O que é considerado uma quilometragem alta?

Embora essa pergunta seja, de certa forma, subjetiva, podemos considerar que um carro é muito rodado quando passa dos 100 mil quilômetros. Inclusive, muitos consideram adequado trocar o carro quando atinge essa quilometragem.

Veja em seguida: Ford aposta em motor elétrico de ‘prateleira’ nos Estados Unidos; saiba mais o assunto

Entretanto, devemos também considerar o ano de fabricação do carro. Por exemplo, um carro com cinco anos de uso e 200 mil quilômetros rodados, é muita coisa. Afinal de contas, rodou média de 40 mil quilômetros por ano.

Mas, se o carro de 200 mil quilômetros tiver 20 anos de uso, significa que rodou apenas 10 mil por ano, em média. Logo, é mais possível que esteja bem cuidado e conservado.

Por fim, quando se tem ou se compra um carro com mais de 200 mil quilômetros rodados, a manutenção deve ser mais constante. Assim como pessoas com idade mais avançada precisam ir ao médico mais vezes, o mesmo podemos falar dos carros.

No entanto, assim como os idosos podem ter uma vida saudável, os carros mais ‘velhinhos’ também podem. Como já foi dito, o que vale mesmo é o cuidado do proprietário.

Veja em seguida: Veículos elétricos: circuito prevê carregamento com o carro em movimento

1 comentário
  1. […] Veja em seguida: Meu carro passou dos 200 mil quilômetros rodados: e agora? Saiba quais cuidados de… […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler Mais

Privacy & Cookies Policy